A cantora Vanusa morreu hoje (8), aos 73 anos, na casa de repouso onde morava há mais de dois anos, em Santos, no litoral paulista. Segundo a família, ela sofreu uma insuficiência respiratória durante a madrugada e faleceu.

Um enfermeiro do local, onde a artista morava há dois anos, percebeu que ela estava sem batimentos cardíacos, por volta das 5h30. Uma equipe da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi acionada e constatou que a causa da morte foi uma insuficiência respiratória.

Segundo funcionários da casa de repouso, Vanusa recebeu a visita de Amanda, sua filha mais velha, neste sábado (7). Ela cantou, brincou, riu e se alimentou bem. A artista fazia fisioterapia e outros tratamentos na residência para idosos.

Carreira de sucesso

Vanusa Santos Flores nasceu em Cruzeiro, interior de São Paulo, mas foi criada em Uberaba, Minas Gerais. Foi lá que, aos 16 anos, iniciou sua carreira no grupo Golden Lions.

Depois de percorrer diversas cidades, acabou levada para a TV Excelsior, estreando na televisão nos anos 1960. Ela fez parte do humorístico Os Adoráveis Trapalhões. Em seguida, participou de algumas edições do programa Jovem Guarda, da Record.

Na década seguinte, Vanusa emplacou diversos sucessos musicais, como "Mudanças", "Sonhos de um Palhaço" e "Paralelas". Conquistou o Brasil com "Manhãs de Setembro", de 1973, parceria com Mário Campanha. Lançada em plena ditadura, a letra, romântica.

📹 Veja no vídeo abaixo, um dos grandes sucessos da cantora.



Deixe seu Comentário